top of page

AMES promove encontro para conscientizar missionárias sobre o câncer de mama e de colo do útero

A Agência Missionária de Evangelização do Sertão (AMES) tem cuidado de forma integral das pessoas que estão no campo, levando a Palavra de Deus para o povo sertanejo.

“Esse movimento outubro rosa que a AFECC realiza todo ano tem como objetivo conscientizar a população sobre o autocuidado e o diagnóstico precoce do câncer, além disso, compartilhar informações sobre o câncer de mama e do colo do útero, proporcionando maior acesso aos serviços de diagnóstico e contribuindo para a redução da mortalidade”, destacou a enfermeira da Afecc, Beatriz Parma de Oliveira.

Sheila Araújo Dias da Silva, missionária da base de Matureia, na Paraíba, esses encontros são de fundamental importância para apoiar quem está no campo. “O encontro online foi uma bênção. Quando nós, como missionárias, recebemos orientações podemos repassar para as outras mulheres, principalmente porque estamos na zona rural, onde elas não têm tanto acesso à informação”

Já para a missionária Roberta Monteiro dos Santos Ribeiro, 42 anos, da base em Central, na Bahia, receber esse tipo de cuidado tem uma importância ainda maior, após um caso de doença na família. “Há seis anos meu pai recebeu o diagnóstico de um câncer no cólon, e foi uma fase muito difícil, só quem já passou pelo diagnóstico sabe a dor, medo, angústia que a doença trás junto. Graças a Deus meu pai foi operado, passou por quimioterapia e hoje está curado!”, relembra.

Para ela, essa palestra mostra a responsabilidade de cuidar do bem mais precioso que temos: nossa vida, nosso corpo. “E isso não ficando só em nós, mas sendo multiplicadores dessas informações. Somos agentes do reino de Deus aqui no Sertão, e quando levamos informação a essas pessoas, de um estilo de vida melhor, de cuidados com o nosso corpo, nossa saúde, também estamos levando Jesus e o Reino de Deus a elas”, ressaltou Roberta.

Os encontros, seminários, e conferências online oferecidos pela AMES têm sido uma experiência muito satisfatória para missionários, pois oferecem oportunidade alinhamento à visão, capacitação, direcionamentos e também têm um lugar de apoio, renovo e encorajamento.

“Nos permitem compartilhar experiências, que muitas vezes achamos ser exclusivas, mas acabamos vendo no final que faz parte de um contexto social, e que todos nós missionários estamos vivendo e experimentando. Vemos o cuidado de Deus para conosco, através desse apoio”, afirmou a missionária Roberta.

A opinião é compartilhada por Sheila Araújo. “Temos que agradecer esse apoio, que é muito importante para nós que estamos no campo missionário. Além do apoio espiritual, participar desses encontros com temas diferenciados nos agrega conhecimento”, finalizou.

Comments


bottom of page