Blog

5

DESDE OS 15 ANOS A CHAMA POR MISSÕES PERMANECE ACESA

DESDE OS 15 ANOS A CHAMA POR MISSÕES PERMANECE ACESA

O mais novo missionário da família AMES acaba de chegar em Macaúbas-BA, cidade de 50 mil habitantes, que faz divisa com Paratinga e fica a 682km da capital Salvador, e faz parte do polígono da seca.

Alciney dos Santos Ferreira, 42 anos, casado com Raquel Baptista e pai de duas princesinhas, Julia e Sarah é natural de Itaboraí-RJ.

Bacharel em teologia e licenciado em pedagogia. Nasceu em lar evangélico sendo cristão desde criança, mas foi aos 15 anos que teve um encontro real com o Senhor Jesus e foi despertado para missões nacionais e transculturais. De lá para cá foi uma vida com propósitos se preparando para o campo missionário.

Entre os anos de 2010-2013 no seminário criou com amigos a Associação Missionária Cristo em Voz para ajudar missionários no Haiti, e em 2013 depois do grande terremoto que destruiu o país, foi fazer o prático de missões transculturais. “Foi um verdadeiro treinamento missionário. Foram meses sempre na retaguarda ajudando e visitando os missionários e líderes locais, entendendo as dificuldades do dia a dia do trabalho. Ali em meu coração ascendeu ainda mais a chama que arde cada dia”. Conta Alciney.

“Aqui a gente não sabe nem o   “ó “

Em 2014 foi a vez do Sertão. Atendendo o chamado da Missão Antioquia para ajudar no Movimento Nacional de Evangelização do Sertão Nordestino, sua Igreja Assembleia de Deus em Itaboraí o enviou para Apodi, cidade do Rio Grande do Norte divisa com o Ceará. Foram cinco anos servindo ao reino de Deus na pregação do evangelho e fazendo pesquisas de índices de cristãos evangélicos e de alfabetização na região Seridó, Oeste e Alto Oeste Potiguar. “Éramos 06 equipes abrangendo 12 regiões em 05 estados. Em algumas dessas regiões alarmantemente 60% da população adulta era analfabeta, mas encontramos comunidades inteiras sem nem o estudo primário. Explicou.

Dado a isso, Alciney foi pioneiro em aplicar o projeto de alfabetização da CPAD criado para o sertanejo, Projeto Ler é Viver. O método consiste em discipular enquanto alfabetiza.  “Em cinco anos foram capacitados mais de 200 sertanejos e frutos estão sendo colhidos em virtude desse projeto. Lembro com alegria dos sertanejos que hoje estão lendo a Palavra de Deus. Um deles, o “Verto” se converteu, aprendeu a ler e se tornou obreiro nativo para seu povo. Não há alegria maior! E esse mesmo método é o que eu desejo implementar nesse novo campo missionário. São 32 lições revelando o Plano da Salvação e o Plano Redentor, levando a pessoa ao Batismo.

Deus certamente já estava preparando este campo para a colheita!

“O campo está virgem e os desafios são infinitamente maiores do que imaginávamos. A cidade tem 50 mil habitantes, com 31 mil na zona rural, mas a maior e mais antiga igreja evangélica aqui tem cerca de 250 membros na cidade e uma congregação na zona rural com cerca de 25 pessoas. Supondo que a cidade tenha uns 1.000 cristãos, estamos falando de menos de 2% de evangélicos e isso implica muito trabalho e comprometimento. A nossa igreja em Itaboraí já está mobilizada e em janeiro de 2021 queremos trazer os pastores para conhecer essa realidade e em julho já trazer uma caravana. Também temos pessoas preparadas e desejosas pelo campo missionário e em breve teremos uma equipe de apoio para desenvolvermos as ações evangelísticas e sociais. Nossos sonhos estão sendo construídos a cada dia e já amamos essa cidade”. Revela Alciney

 MACAÚBAS

50 mil/hab – 63% pop. rural

Divisa com Paratinga

682 km de Salvador

27% Pop. na extrema pobreza

44% Pop. na pobreza

140,00  renda per capta

– 2% de evangélicos

8

NOVOS CARROS ENTREGUES – NOVOS CAMPOS PARA ALCANÇAR

A família AMES cresce a cada dia e para atender os novos campos missionários no sertão nordestino, também foi preciso crescer a frota de veículos. Ao todo, 11 carros foram entregues este ano subindo para 95 a frota de veículos, rodando pelas 27 bases missionárias, percorrendo as mais distantes comunidades rurais e quilombolas.

Para conseguir se locomover pelo sertão, com distâncias que variam entre 30 a 200 quilômetros entre uma comunidade e outra, o missionário precisa contar com um veículo, que não é luxo, é instrumento de locomoção, evangelização e de socorro pois, muitas vezes, o missionário é aquele que leva uma cesta básica/remédio, transporta grávidas e doentes, leva pessoas para as igrejas e tantas outras situações inesperadas. Um carro a mais entregue, é sinal de mais vidas alcançadas e isso alegra nosso coração.

Para conseguir equilibrar todas as demandas e manter a segurança de todos, o departamento de logística tem grande atuação. De janeiro a agosto, a equipe está implementando a cultura organizacional de procedimentos para redução de custos com qualidade dos serviços. Trabalhando no tripé: combustível/manutenção/seguro, o departamento conseguiu este ano uma contenção de 198 mil reais, uma conquista importante que vai garantir mais recursos para outras áreas missionárias.

O TRABALHO DA LOGÍSTICA

O departamento também desenvolve um trabalho de reciclagem e treinamento para mitigar erros e acidentes, visando sempre a segurança dos missionários e sua família. Entre os cursos que são dados nas bases missionárias, estão: Legislação de trânsito, direção defensiva e manutenção preventiva para todos os motoristas.

“Apesar de festejarmos a conquista de uma frota veicular, as vidas importam mais do que coisas e, por isso, todos os veículos são segurados e possuem rastreadores que é possível saber em tempo real onde o carro está e se acontecer alguma pane, também é possível saber e já orientar o condutor. Queremos acima de tudo garantir tranquilidade para quem está no campo.” Explica Williams Lima.

20

Novas igrejas serão entregues

PANDEMIA NÃO PAROU AVANÇO DA OBRA MISSIONÁRIA

 19 obras serão entregues até o final do ano.

 

Respondeu Jesus: O meu alimento consiste em fazer a vontade daquele que me enviou e realizar a Sua obra (João 4:34).

Louvamos a Deus, pois em meio à pandemia da Covid 19, com tantos comércios, escolas e até os templos fechados em respeito às orientações do Governo e Secretaria da saúde, o Sertão continua florescendo e a Obra do Senhor sendo realizada com êxito. Sabendo que é Dele toda a boa obra e que somos uma ponte para levar a mensagem da salvação aos irmãos nordestinos.

Neste período, de março a agosto, nove obras de igrejas e salas multiuso estão sendo construídas. Até o final do ano serão 19 obras em 15 localidades, sendo 13 templos, 05 salas multiuso e uma fábrica têxtil.

“Em cada obra uma equipe local está envolvida, tanto o pastor-líder da base local e os membros, como a equipe de profissionais contratados. A única dificuldade atual é apenas a entrega de parte dos materiais adquiridos em detrimento da falta de transporte nacional de mercadorias, mas mesmo assim, o cronograma está mantido e a previsão é que até o final do ano todas as igrejas e salas multiuso serão inauguradas. ”  Comemora Rafael Correia o engenheiro responsável.

Todas as construções são em parceria com a ONG Americana – ICM– International Christian Ministries, uma organização cristã, sem fins lucrativos, empenhada em estabelecer igrejas saudáveis em todo mundo. Uma parceria que tem dado certo e até agora ICM e AMES já construíram: 06 igrejas, 03 Salas Multiuso e 01 Complexo Social, com um aporte financeiro de mais de 900.000,00 reais.

As igrejas têm padrão de qualidade estabelecido desde 2017 pela AMES, gerando segurança e comodidades aos membros locais. As igrejas possuem tamanho que varia entre 120 a 464 metros quadrados, comportando de 100 até 600 pessoas com conforto. 

Já as salas multiuso são um complexo de 03 salas para atividades sociais, sendo 02 salas de 36m2 para educação complementar como aulas de informática, música, reforço escolar, e um sala maior de 72m2 completamente equipada para aulas de Balé.

 

O EVANGELHO TEM SE EXPANDIDO NO SERTÃO

Ao todo a AMES tem 28 bases, sendo 05 novas este ano. Já são 175 pastores e missionários em campo levando a mensagem do evangelho a 445 comunidades rurais, muitas distantes 50, 70 e até 200km da sede. Todo o esforço e amor traduz em quase 10 mil pessoas se reunindo nos pequenos grupos, debaixo das copas de árvores e nas igrejas para ouvir a Palavra das Boas Novas da Salvação.

“Nossa maior alegria é promover o Reino de Deus para que ele venha sobre cada sertanejo e, assim como as águas cobrem o mar, o evangelho possa envolver todo o sertão nordestino e Deus venha receber toda a Glória. Todas as obras desenvolvidas, visam não só o bem-estar físico, mas principalmente o espiritual, pois cremos que o Sertão está no coração de Deus, e muitos têm sido impactados para fazerem do dessa região, o seu campo missionário. Como discípulos de Cristo Jesus, prosseguimos confiantes, ouvindo a voz do mestre que diz: “A colheita é grande, mas os trabalhadores são poucos”. Completa Pr. Washington Luiz Moraes Ramos, Presidente da AMES.

Orem ao Senhor da colheita; peçam que Ele envie mais trabalhadores para seus campos. (Mt. 9:37-38).

Relação de comunidades que receberão as novas igrejas.

 

 

 

 

 

4

ATÉ AQUI, NOS AJUDOU O SENHOR!

A Missão da AMES é a missão que Jesus nos deu – levar o evangelho a toda criatura,

até os confins da terra …do sertão nordestino! 

Apesar de as igrejas permanecerem fechadas nesse período, algumas bases já começam a realizar batismos. No último final de semana, 06 pessoas da igreja em Picos- PI, puderam descer às águas. Foi um momento esperado e de muita alegria para a igreja do sertão e para todos nós da família AMES. Cremos que à medida que os trabalhos voltarem, e os cultos forem liberados, muitos outros batismos serão realizados.

Em 2019, cerca de 230 pessoas foram batizadas, um número expressivo para o Sertão nordestino! Temos muito o que comemorar, pois das 24 bases da AMES, a metade está com trabalho estabilizado e com bom número de membros, como é o caso das bases de Bom Jesus da Lapa, Paratinga, Casa Nova, Marruá, Miguel Calmon e outras. Já as bases mais recentes como Boninal e Piatã, Caturama, Cafarnaum e demais, o trabalho ainda é de arar a terra para no futuro começar a colheita mais abundante.

Muito esforço foi empregado em 2019 em todas as bases com formação de pequenos grupos, células de estudos bíblicos, cultos ao ar livre nas comunidades e programações especiais em datas comemorativas. Pastores, missionários e obreiros não mediram esforços para atender às demandas dos membros, levar socorro em tempo oportuno, orar pelos enfermos, ajudar em partos, correr ao hospital para socorrer doentes, levar uma cesta básica e uma palavra de alento e conselho a casais. Tudo para que o Reino de Deus se estabeleça na terra do sertão, como é estabelecido nos céus. A Deus nossa gratidão pelos frutos.

Até aqui, nos ajudou o Senhor.

4

NOVOS CAMPOS MISSIONÁRIOS

NOVOS CAMPOS MISSIONÁRIOS

Deus continua nos surpreendendo!

 

Apesar dos diversos contratempo de 2019, os trabalhos de evangelização do sertão nordestino da AMES está crescendo e este ano 08 novas bases deverão iniciar os trabalhos em parcerias com igrejas do ES, RJ, SP e BA. Ainda no primeiro semestre iniciamos duas novas frentes: Boninal com o ministério da ADNV – Assembleia de Deus Nova Vida e Piatã em parceria com a COMIPRES – Consórcio das Igrejas Presbiterianas, ambas na Bahia.

Em agosto serão mais 03 novas bases missionárias: Queimada Nova, no Piauí; Macaúbas e Canarana na Bahia. A Igreja, ministério do Pr Winter, em Vila Velha, vai abrir campo missionário em Queimada Nova e o pastor Elenílson, que já está no sertão cooperando com os trabalhos em Afrânio.

A Igreja Batista da Orla, do Pr. Edson Klitzke que já cuida da base de Cafarnaum, assume mais uma base, desta vez em Canarana, também na Bahia; e o Ministério da Assembleia de Deus de Vendas das Pedras- Itaboraí-JR, se junta à família AMES em uma nova frente: Macaúbas, cidade a 650Km da capital de Salvador. A média de evangélicos nessas regiões chega a menos de 5%.

Até o final do ano mais 03 novas bases missionárias devem ser inauguradas.  Os campos já estão maduros, são mais milhares de pessoas congregando em 28 frentes missionárias e 31 igrejas construídas e entregues. Deus continua nos surpreendendo!

Como organização, entendemos que o ide foi dado a igreja e trabalhamos como facilitadores. A AMES é uma ponte entre a igreja local e o campo missionário e desenvolvemos ações para que as igrejas brasileiras se aproximem cada vez mais da obra missionária sertaneja. Sonhamos em ver um sertão rendido ao Senhor Jesus e cremos no avivamento que Deus tem feito e fará no Sertão Nordestino.

DEUS, O QUE POSSO FAZER PRA TE AJUDAR?

 

Sete anos dedicados a ouvir Deus e a seguir a sua vontade

 Uma pergunta um tanto prepotente, nasceu de um coração realmente desejoso, à sua maneira de viver a vida à época, em fazer o que era certo aos olhos de Deus. Por um ano e meio essa pergunta ecoou no coração de Marcos de Albuquerque Lang, gerente da fábrica de uniformes de Aguada Nova-BA.  A resposta foi a mesma por 03 vezes: ‘Digo-lhes a verdade: Ninguém que tenha deixado casa, irmãos, irmãs, mãe, pai, filhos, ou campos, por causa de mim e do evangelho, deixará de receber cem vezes mais já no tempo presente (…)’ Mc 10:29.

De uma vida de luxo, carro blindado, casa em Orlando, conhecendo o mundo em viagens, sendo consultor de grandes empresas, sendo 11 anos na Duloren, e com remuneração na casa dos 40 mil reais, era difícil largar tudo. Marcos sentiu na pele o que o jovem rico sentiu quando Jesus lhe dera a mesma resposta.

Mas na terceira vez ele obedeceu. Em 2013 fechou as três empresas e foi viver da sua crença. Marcos era espírita e não tinha noção do que a sua decisão faria na sua vida dali para frente. Foi trabalhar em uma ONG cristã na favela da Maré, no Rio de Janeiro, e por 1,5 ano ficou sem salário, mas foi lá que conheceu o verdadeiro amor de Jesus, o evangelho das boas novas da salvação, que não é preciso sacrifícios ou obras, mas fé, submissão e um amor genuíno e simples por Jesus.

Em 2015 foi trabalhar no interior de Sergipe com evangelismo. “Por um ano e meio Deus tratou com meu ego, minhas vaidades, foi um tempo difícil, mas precioso. Aprendi a ouvir Deus em detalhes. Senti na pele a dor do próximo, soube o que é não ter nada para comer e receber uma cesta de quem você nunca viu, apenas dizendo: Deus mandou trazer isso. Ser cuidado por Deus, dia a dia, é maravilhoso”, revela o Engenheiro Civil e consultor Marcos.

Ouvir Deus é uma jornada fascinante! Ele te leva para onde quer e quando quer. Foi assim que em 2017 Deus pediu para Marcos retornar ao trabalho a uma grande empresa têxtil. Sem entender nada e não querendo voltar à vida secular, obedeceu.

“ Eu só entendi o propósito depois que estava lá. Um grupo de cristãos estava orando na fábrica, todos os dias, pedindo a Deus para enviar alguém para socorrer a empresa”, conta Marcos. Em 09 meses ele pôde concluir o projeto de reestruturação e deixou a empresa com as dívidas sanadas, os produtos realinhados ao mercado e com retomada da produção e voltou o evangelismo com palestras de empreendedorismo cristão.

Viver pela fé dia a dia

No ano passado Marcos conheceu a Fábrica de uniformes de Aguada Nova-BA e um novo desafio foi dado: Formar uma das maiores fábricas de uniformes de sertão. Em fevereiro deste ano ele foi para conhecer a fábrica e nunca mais voltou. Em março o Brasil entrou em estado de alerta pela pandemia do Coronavírus e, nesse tempo de baixas de empresas e grande desemprego, a fábrica está batendo recordes de produção, fabricando máscaras para empresas de todo o país.

“Meu objetivo é tornar a fábrica autossustentável, com qualidade profissional e ampliar a oportunidade de empregos para atender cada vez mais as famílias na cidade. Hoje a fábrica está inserida no tripé econômico preço + prazo + alta qualidade e isso demanda um processo de melhoria contínua que nunca para”, explica Marcos Lang.

2

Igreja do Sertão Promove encontro de pastores em Lapão – BA

Na cidade de Lapão, pequena cidade situada na região da chapada da diamantina, interior da BA, com pouco mais de 27 mil habitantes e com renda per capta média de R$ 170, 00, está situada um dos maiores projetos evangelísticos e sociais da região.

  Estabelecida na cidade desde 2016, a Agência Missionária de Evangelização do Sertão (AMES) tem feito a diferença na vida social e espiritual da pequena comunidade.

   Através dos trabalhos realizados pelos missionários da AMES, dentro de um contexto de extrema pobreza, os frutos já podem ser contados.

   Com um templo de 406 m² e com todo aparato tecnológico necessário para o andamento dos cultos, semanalmente já se reúnem no local uma média de 180 pessoas, para ouvir e aprender mais sobre o evangelho de Jesus, chegando ao número de 220 pessoas reunidas em pequenos grupos.

– A fé tem feito com que pessoas antes sem esperança no amanhã, possam olhar novamente para o futuro com a esperança de que haverá dias melhores –

  As necessidades sociais da região também não foram esquecidas, com uma juventude capaz, mas na grande maioria sem oportunidades, a parceria com o Instituto Água Viva possibilitou que a AMES desenvolvesse projetos que geram empregos e renda na região.

Prefeito e vice-prefeito fazem homenagem:

Neste Sábado (12) se reuniram no templo da Igreja do Sertão no Lapão, 42 pastores de diversas denominações presentem em cidades e povoados locais, para discutir sobre a unidade da igreja em tempos difíceis. Além dos pastores, também estiveram presentes toda equipe de obreiros da AMES além de vereadores, prefeito e vice prefeito da cidade. 

   Quem esteve presente relatou ter vivido um momento ímpar de unidade com a prática de louvores, adoração e ministração da palavra de Deus.

    Na ocasião a AMES e o Instituto Água Viva foram homenageados pelo Prefeito da cidade que presenteou as entidades com uma placa de honra ao mérito.

Dia do Pastor Evangélico – Temos muito o que agradecer!

 

 Nacionalmente no segundo domingo do Mês de Junho comemora-se o dia nacional do pastor evangélico, a data foi instituída no ano de 2017 através do projeto de Lei n° 8126 apresentado pelo então Deputado Federal Jonathan de Jesus.

O dia que homenageia os ministros evangélicos, se tornou, no último ano, ainda mais substancial com o crescimento da comunidade evangélica no Brasil – Segundo o último senso realizado pelo IBGE, evangélicos já somam números superiores a 31% da população brasileira sendo ultrapassados somente pelo número de católicos declarados. Em 2010 evangélicos representavam apenas 22% da população brasileira – A AMES (Agência Missionaria de Evangelização do Sertão) tem muito o que agradecer e comemorar neste dia, presente em 3 estados brasileiros BA, PE e PI já soma 28 bases evangelísticas em comunidades sertanejas carentes e anteriormente sem presença evangélica.

 São muitos os desafios que precisam ser superados pelos pastores missionários da AMES, desde as longas distâncias, até a extrema pobreza que assola a região. O trabalho missionário é ainda mais difícil com uma população que vive abaixo da linha da pobreza e que, na grande maioria, nunca teve acesso à educação e a leitura.

Apesar das enormes dificuldades os números são animadores, desde o início do projeto evangelístico já foram contabilizados milhares de batismo, 33 igrejas construídas, mais de 11 mil pessoas que se reúnem mensalmente em cultos nas comunidades, histórias de milagres e de vidas transformadas.  O envio de pastores tem sido fundamental para o crescimento do evangelho na região do semiárido nordestino.

 

Amor à Missão

Após encerrar as atividades da empresa que possuía no RJ e estudando missões em em Vila Velha no Espirito Santo, conhecendo seu chamado evangelístico, o agora Pr Wellington Peraro da Fonseca, diz que levar a palavra de Jesus ao sertão brasileiro foi a resposta de Deus para as perguntas que ardiam no seu coração: “Para onde irei? E como farei?”.

Hoje como Pr. Missionário da AMES, em Acauã, no sertão do PI, ele afirma representar sua missão com o verso de 1 tessalonicenses 2:8 “Sentindo, assim, tanta afeição por vocês, decidimos dar-lhes não somente o evangelho de Deus, mas também a nossa própria vida, porque vocês se tornaram muito amado por nós” –

A visão pastoral da AMES desenvolvida no sertão também é diferenciada, os pastores estão presentes nas bases evangelísticas para pregar e também criar relacionamentos, desenvolver e dirigir projetos sociais que impactem espiritual e fisicamente toda a comunidade em que está inserido, gerando uma transformação integral da vida comunitária. 

Cuidando da família Missionária

AMES – Cuidando da família Missionária!

Patrícia Ramos Ribeiro Neves – Recebendo atendimento na comunidade de Marruá – BA

Com o trabalho em campo desacelerado devido a pandemia do COVID 19, pastores e missionários estão aproveitando o tempo para cuidar mais da saúde. No mês de maio, 03 bases recebem a visita da Van médica-odontológica do Instituto Água Viva – IAV para atender primordialmente a família missionária da AMES.

 A primeira base a receber a vista da dentista foi Casa Nova-BA, onde 80 pessoas foram atendidas, com 152 procedimentos realizados, promovendo grande economia financeira para as famílias.  Em um único caso, o missionário tinha um orçamento de R$ 1.800,00 e todo o tratamento foi realizado gratuitamente.   

A próxima região a receber atendimentos odontológicos, de 19 a 23 de maio, é Marruá-BA. Toda a equipe ministerial do pastor Thiago Neves , incluindo esposa e filhos estão em atendimento. “Essa ação para cuidar da família e dos obreiros locais, é muito importante. Quando temos a Van médica na base, sempre temos muita demanda da população, temos que dar atenção de logística e apoio de organizar filas, fazer cadastros e suporte de alimentação, e quase não sobra tempo para cuidar da saúde. Quando a gente vê, o dia já acabou”.  Revela Pr Thiago.  

De 26 a 30 de maio será a vez da base de Miguel Calmon, onde 30 pessoas serão atendidas. 

 

Amor de Cristo e oportunidades de geração de renda têm transformado o Sertão
3

Amor de Cristo e oportunidades de geração de renda têm transformado o Sertão

Os membros da AMES levam amor de Jesus ao Sertão nordestino e sentem de perto a realidade local. Cada lar visitado, cada história ouvida e vivida nos fazer pensar cada vez mais no próximo e cumprir o Ide. Ao sentirmos na pele o que é a vida e rotina dos sertanejos, sabemos que, além de esperança, eles carecem de oportunidades. A Palavra do nosso Aba vivifica e transforma, por meio de cada ação missionária. Junto a nós, o Instituto Água Viva também tem mudado aquela geografia, com projetos sociais. Esse grande parceiro age em pilares como geração de renda, saúde e educação. Hoje, queremos compartilhar um pouco de como o IAV tem apoiado nossos sertanejos, com oportunidades que geram renda e resgatam sonhos perdidos. Leia e confira!

Potencial de um povo amado por Deus 

Levi Custódio, do IAV, fala sobre o potencial empreendedor do povo que ali vive. “Uma das experiências foi quando abastecemos a cisterna de dona Verinha e só pudemos reabastecer quase dois meses depois. Tivemos uma surpresa. Ela tinha economizado a água, não estava em falta e ainda tinha feito uma horta de coentro. Vimos que se tratava de uma empreendedora que acabou abastecendo a cidade mais próxima com sua horta”, relatou.

O povo sertanejo muitas vezes carece de ajuda e algumas de suas necessidades precisam de ações rápidas. Diante disso, o Instituto Água Viva implantou um projeto para geração de renda para as pequenas comunidades. Assim nasceram a Boutique dos Sonhos, onde são produzidos brinquedos pedagógicos, a Fábrica de Acordes, que produz violões e a fábrica de camisas e bonés, entre outros.

O trabalho feito nas comunidades é de muita relevância. Em Aguada Nova, povoado de Lapão, Bahia, a fábrica de camisas e bonés, possui cerca de 50 funcionários e beneficia em torno 310 pessoas diretamente. Indiretamente, a fábrica beneficia todo o comércio local. O projeto leva a diversos sertanejos oportunidades de emprego com carteira assinada, além de treinamentos e, recentemente, um curso de graduação gratuito em uma faculdade de renome nacional.

Deseja conhecer o Sertão e contribuir com projetos que levam esperança?

Você também pode ajudar a mudar a realidade das famílias sertanejas. Tenha a oportunidade de participar de ações que oferecem apoio àqueles que precisam. 

Clique aqui e saiba como levar esperança aos necessitam!