Blog

0

AMES participa de treinamento DNA Central. Conheça!

Você sabe como funciona uma igreja em células? São pequenos grupos que se reúnem para realizar atividades como o estudo da Bíblia, cânticos e oração. Esse formato é inspirado em relatos bíblicos que mostram que os cristãos se reuniam em casas e também nos templos para orações regulares.

Em abril deste ano, pastores e missionários da AMES participaram do DNA Central, um programa que tem como objetivo capacitar líderes de igrejas que estejam interessadas em trabalhar com o modelo celular. Continue lendo e saiba como foi!

O que é o DNA Central?

Com objetivo de capacitar pastores e passar a visão de uma Igreja em Células, o DNA Central é um programa criado pela Igreja Batista Central de Belo Horizonte. Um dos pastores responsáveis, Inar Brandão conta que a capacitação oferece seminários, treinamentos, retiros e mantém uma rede de apoio às igrejas.

“Trabalhamos com esse modelo há 19 anos. Nesse tempo, conseguimos fazer a transição de uma igreja tradicional para uma igreja em células e isso nos fez ter um crescimento qualitativo. Decidimos compartilhar isso com outras igrejas do Brasil, de forma totalmente gratuita. Mais de 250 mil células foram já geradas por meio do programa, envolvendo cerca de 2 milhões de vidas para Cristo”, explica Inar Brandão.

O treinamento é dividido em três módulos, que se adaptam de acordo com as características de cada igreja. “Não é um modelo fechado. A ideia é que cada igreja adapte e aplique esses valores de acordo com seu estilo e princípios. Já atingimos cerca de 40 mil igrejas de todo do país, de diversas denominações”, completa o pastor.

AMES e DNA Central: veja como foi!

Durante o mês de abril, o DNA Central foi realizado em duas cidades do Sertão: Petrolina, em Pernambuco, e Cafarnaum, na Bahia. O pastor e responsável pela coordenação das bases e cuidado integral dos missionários, Marcelo Fregnani, participou do treinamento nas duas cidades.

“Foi muito bom, muito positivo. Apesar de ser apenas um dia de treinamento, muitos fundamentos bíblicos foram passados. A Igreja Batista Central de Belo Horizonte, que é responsável pelo projeto, possui muita experiência em igrejas em células. Cerca de 250 pessoas participaram nas duas cidades. Foi muito edificante”, relatou Marcelo Fregnani.

Em Petrolina (PE), também participaram missionários e colaboradores das bases de Afrânio e Oricuri, em Pernambuco; Carnaiba do Sertão, Marruá, Juazeiro, Lagoa do Boi e Casa Nova, na Bahia; e Acauã e Marcolândia, no Piauí. Já a cidade de Cafarnaum (BA) recebeu participantes das bases de Miguel Calmon, Mirangaba, Ourolândia, Umburana, Irecê, Lapão, América Dourada e Brotas de Macaúbas, todas na Bahia.

2

Perfil Missionário: conheça a história de Jeferson Moreira e sua família!

A família é o maior projeto de Deus. E é ao lado dela que Jeferson Moreira Gomes, de 38 anos, leva o Evangelho pelo Sertão: acompanhado de sua esposa Elaine Silva dos Santos e das filhas Júlia e Elisa, de 12 e 7 anos. O pastor e líder da base de Brotas de Macaúbas, na Bahia, conta sobre a sua trajetória e os projetos que lidera no semiárido nordestino.

Trajetória até o Sertão

Natural de Santa Leopoldina, no Espírito Santo, Jeferson atuou como presbítero em Vitória (ES) por 15 anos. Em 2018, foi até a região de Brotas de Macaúbas para uma pesquisa de campo. “Lá, eu e minha família tivemos a certeza de Deus que nosso próximo passo seria a vinda para o Sertão. Conhecemos o projeto da AMES em julho de 2018 e voltei em Setembro com uma equipe de pastores para uma ação social. Foram 18 dias e 19 povoados visitados”, comenta.

Em janeiro de 2019, Jeferson e sua família se mudaram para o distrito e ele iniciou o trabalho pastoral. Hoje, sua agenda semanal conta com visitas evangelísticas em casas da região, grupos de evangelismo de crianças e jovens e estudo bíblico semanal. “Esses cinco meses foram um milagre de Deus, não tem como explicar. É pouco tempo, mas vimos o mover de Deus de uma forma muito grande”, completa Jeferson.

Próximos passos

Para os próximos meses, os planos são grandes para a base Brotas de Macaúbas: em julho, acontecerá o primeiro batismo da região, onde cerca de 20 pessoas devem participar. Também há a expectativa para a construção de uma igreja na região. “Sentimos a necessidade de ter um espaço para congregarmos e divulgarmos a palavra de Deus. Já encontramos o local e estamos fazendo alguns reparos. A previsão de inauguração é para o dia 18 de julho”, explica.

2

Mulher sertaneja: uma mãe que peleja!

Por: Matheus Barbosa Ramos

Dentre tantos projetos desenvolvidos no Sertão, e nesta ocasião em especial, no mês onde nosso foco é a família, está aquele que visa alcançar a mãe sertaneja. Criatividade é o que não falta: na Base em Casa Nova, vários povoados foram alcançados e as mães homenageadas, sendo o Evangelho propagado de forma dinâmica e criativa.

Muito Louvor, Anunciação da Palavra e Homenagem

Em todo canto, a Palavra de Deus estava sendo divulgada, as mães homenageadas, e o Amor verdadeiro sendo testemunhado por mulheres sofridas e tão carentes. Veja os povoados:

Chapada do Avelar: foi bênção!

Entroncamento: mães recebidas com grande amor.

Casinhas: louvor e adoração ao Senhor, pela vida de cada mãe.

Jardins: mães sensíveis à presença do Senhor.

Lagoa do Angico: emoção e alegria.

Maria Preta: sensibilidade e carinho com as mães.

Carocustor: oração pelas mães.

Poço das Pedras: palavra especial às mães.

Ourolândia, na Comunidade de Casa Nova: as mães foram recepcionadas com todo amor, que tanto merecem.

Brotas de Macaúbas, no Povoado de Feira Nova: cerca de 60 mulheres participaram de um Grande Culto.

Ouricuri/PE, na Associação de Moradores do Sítio Tamboril: mais um grande momento de alegria e louvor ao Senhor, pelas mães daquela região.

Umburanas, na Comunidade Barriga do Aníbal: grande homenagem às mães e testemunho do amor de Cristo.

Assim, com grande regozijo, a igreja de Cristo prossegue confiante, que os desafios serão constantes e que o Evangelho Restaurador de Cristo Jesus precisa ser pregado na prática, tal qual, dessa vez onde a homenageada foi a mulher sertaneja, uma mãe que peleja.

 

 

1

Construção da Igreja de Afrânio: veja como foi!

Mais uma benção no Sertão: a comunidade de Afrânio, em Pernambuco, agora conta com uma Igreja. Com o templo, cerca de 200 sertanejos agora têm onde congregar e adorar a Deus, além de se reunirem em momentos especiais como casamentos e datas diversas. Continue lendo e confira como foi a construção da nova Igreja de Afrânio.

Importância da construção

Um dos projetos da AMES é a construção de novas igrejas no Sertão. Dessa vez, a comunidade de Afrânio, em Pernambuco, foi contemplada! O início da obra foi no dia 04 de fevereiro deste ano e a inauguração aconteceu em 30 de março, como conta o pastor e coordenador da base de Afrânio, José Icaro da Silva Brito, que lidera a nova igreja ao lado de sua esposa, a pastora Cristina Brito.

“A construção da igreja era um sonho antigo. O campo missionário de Afrânio é novo, tem cerca de dois anos. Nós nos reuníamos nas casas e em pontos na cidade. Depois, passamos a congregar em uma escola desativada do município, com autorização da Prefeitura, e vínhamos orando por um templo. Era um desejo do nosso coração ter um lugar para reunir todos os irmãos, pois os nossos cultos já reuniam de 150 a 200 pessoas e a sala cabia apenas 45”, completa José Icaro.

Confira o passo-a-passo da construção da Igreja de Afrânio:

 

 

Conheça a AMES!

Você sabia que pode ajudar a levar a palavra de Deus para o Sertão? Conheça os nossos projetos e saiba como contribuir!

5

Caravanas missionárias: saiba como participar!

Você já pensou em evangelizar e impactar a vida de milhares de pessoas no Sertão por meio da Palavra de Deus? É com esse intuito que pessoas de todo o Brasil se mobilizam e organizam Caravanas Missionárias. Ficou curioso e quer saber mais sobre como participar? Continue lendo!

Importância das Caravanas Missionárias

As Caravanas Missionárias são realizadas em comunidades rurais sertanejas e têm como objetivo espalhar a Palavra de Deus pelo Sertão. Elas são importantíssimas para despertar a missão evangelizadora no coração de mais pessoas, além de levar ações sociais para o povo sertanejo.

Na última caravana, realizada em janeiro deste ano, cerca de 900 pessoas chegaram ao Sertão com o intuito de pregar o evangelho. Além do testemunho, as Caravanas Missionárias também levam ajuda em várias áreas aos sertanejos, como em atendimento médico, dentário e psicológico, doação de cestas básicas, material de higiene pessoal, kit escolar, brinquedos, roupas, calçadas e fraldas geriátricas. Clique aqui e veja mais sobre a ação!

Como participar da próxima Caravana Missionária?

O Evangelho precisa ser anunciado e, por isso, as próximas Caravanas Missionárias já estão por vir! Se você se interessou e quer fazer parte deste lindo projeto, peça para a sua liderança pastoral entrar em contato com a AMES. Nós damos suporte necessário para que as Igrejas de todo o país promovam caravanas ao Sertão.

3

Batismos no Sertão: veja depoimentos e galeria de fotos

Pouco antes de subir aos céus, Jesus deixou uma ordem aos seus discípulos “Ide, portanto, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo; ensinando-os a guardar todas as coisas que vos tenho ordenado.” Esse ensinamento está sendo cumprido no Sertão: no último ano, foram mais de 400 batismos em várias localidades. Em 2019, já há bênçãos para contabilizar, como os batismos na base de Mirangaba, na Bahia.

O Pastor Carmelino Roque da Silva, responsável pela base de América Dourada (BA), explica a importância do batismo no Sertão. “É algo que mexe muito com a comunidade. A nossa região, por exemplo, ainda não tinha tido batismo. Esse ato de fé é muito importante, ele é um marco de uma mudança de vida. Muitas pessoas que não conheciam o Evangelho agora estão batizadas”, completa Carmelino.

A jovem Milena de Jesus Silva, de 13 anos, foi batizada em novembro do ano passado na base de América Dourada. “O batismo foi um momento muito bom, muito especial. Conversei com os meus pais e decidi que queria participar. Frequento a igreja há dois anos e, agora, posso participar da Santa Ceia”, conta.

O missionário Marco Antônio Guerra Alves, responsável pela base de Mirangaba, realizou recentemente o primeiro batismo da região. “Estamos prestes a completar um ano da base em Mirangaba, então esse foi um marco muito importante que mostrou que já começamos colher os frutos do nosso trabalho”, complementa.

Confira algumas imagens dos batismos no Sertão:

  

2

A mulher sertaneja merece homenagens

Por: Matheus Barbosa Ramos

Estatísticas mostram números alarmantes referentes a todo tipo de violência contra a mulher: física, psicológica, moral, sexual, cárcere privado, ofensa verbal, homicídio, etc. Nesse contexto está a mulher sertaneja, muitas vezes sem rumo e sem beira, carregando um sofrimento que se confunde com uma sede, não de água, mas de alívio.

Também nesse contexto está a Igreja de Cristo, cumprindo o seu papel, levando à mulher sertaneja a Água da Vida. Foi o que aconteceu em povoados como Barriguda do Aníbal, Ourolândia, Malhadinha e Caturama, na Bahia, onde as mulheres foram homenageadas.

De uma forma simples e dinâmica, elas foram acolhidas com palavras de otimismo, lembranças e palestras. Nessas oportunidades, foi apresentado à mulher sertaneja, Jesus Cristo, o único capaz de oferecer um futuro seguro, independentemente de qualquer passado.

É a Igreja de Cristo Jesus levando esperança à mulher sertaneja!

As moradoras da pequena cidade de Ouricuri-PE ganharam chocolate. De casa em casa, nossos missionários levavam carinho às mulheres.

Em Ourolândia, nossos missionários realizaram um chá só para elas!

Em Caturama, um chá da tarde recebeu 40 mulheres. Tivemos palestras sobre o valor da Mulher segundo a bíblia.

Em Junco, comunidade rural de Casa Nova, um culto especial homenageou as mulheres!

1

Por que ser um missionário? Confira os depoimentos!

Missionário é aquele que anuncia o Evangelho, levando os ensinamentos e o testemunho de Jesus Cristo pelo mundo. No Sertão, não é diferente: só no último ano, mais de 900 pessoas passaram por lá em caravanas missionárias, além daqueles que moram e atuam diretamente no Sertão por meio da AMES.

Separamos alguns depoimentos de missionários que espalham o amor de Cristo pelo Sertão. Confira!

“Ser missionário é entender que sua vida é um instrumento de Deus na terra. Queremos ser canais de bênçãos sem medidas na vida deste povo, que anseia pela presença de um Deus vivo e misericordioso. Já temos visto as coisas lindas que o Pai tem nos permitido fazer e os resultados que elas têm gerado. Acredito muito que o amor de Deus é transformador e essa é uma verdade que tem se concretizado na vida de muitas famílias as quais temos evangelizado”

Pr. Plínio Fabrício Santos, Miguel Calmon/BA

“O trabalho missionário é um chamado de Deus. No começo, logo quando você entende o chamado, é um pouco difícil. Mas Ele vai nos ajudando e dando força para continuar esse trabalho lindo. O que nos move é ver pessoas e povoados serem transformados por meio da palavra de Deus. É muito gratificante”

Bernardino Firmino da Silva – São Gabriel/BA

“Queremos levar a palavra de Deus, que é fonte de água viva, para as terras secas do Sertão. Vamos a vilarejos que estão esquecidos por muitos e que o Espírito Santo tem nos conduzido a levar as boas-novas da palavra de Cristo, porque sabemos que não há nenhum lugar do mundo esquecido aos olhos daquele que cuida de nós. O ‘Ide e pregai o evangelho’ faz parte do meu DNA. Vamos avançar, vamos vencer e contamos com mais voluntários – pessoas que entendem a importância de obedecer esse decreto.”

Pr. Ralison Costa, Petrolina/PE

Quer se tornar um missionário e fazer parte da transformação de vidas por meio da Palavra de Deus?

Hoje, AMES conta com missionários em três estados brasileiros: Bahia, Pernambuco e Piauí. Se você tem o desejo de se tornar um missionário e levar a palavra e o amor de Deus pelo Sertão, peça para a sua liderança pastoral entrar em contato com a nossa equipe. Conheça mais sobre os nossos projetos!

1

Batismo em Mirangaba: frutos do trabalho missionário

Então, Jesus aproximou-se deles e disse: “Portanto, vão e façam discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo, ensinando-os a obedecer a tudo o que eu ordenei a vocês. E eu estarei sempre com vocês, até o fim dos tempos”.

O Batismo é uma decisão muito importante na vida de todos aqueles que seguem a Jesus. Segundo passagens bíblicas, esse acontecimento é uma forma simbólica de anunciar que aceitou Jesus como seu Salvador. E no Sertão, não é diferente: no dia 12 de janeiro, três pessoas tiveram a oportunidade de viver essa experiência na base de Mirangaba, na Bahia.

A jovem Letícia Santos França, de 14 anos, foi uma delas! Ela foi batizada ao lado da mãe, Cleidiomar Santos de Deus, e de Luciomário Lima do Nascimento, que também frequenta a base. O missionário Marco Antônio Guerra Alves, responsável pela base de Mirangaba, explica que foi o primeiro batismo na região.

“Estamos prestes a completar um ano da base em Mirangaba, então esse batismo foi um marco muito importante que mostrou que já começamos colher os frutos do nosso trabalho aqui. Isso é muito gratificante. E foi ainda mais especial, pois tivemos a presença de uma caravana missionária que estava na região”, conta Marco.

Confira algumas imagens do Batismo em Mirangaba (BA):

 

1

Caravana Missionária 2019: imersão na fé!

A primeira Caravana Missionária de 2019 foi cheia de bençãos: em janeiro, cerca de 900 caravanistas chegaram ao Sertão, em 21 caravanas, no intuito de pregar o evangelho restaurador. Veja como foi!

Visitas, gincanas e música

Pela primeira vez no Sertão, a estudante Luana Adami Meneghel, de 18 anos, membro da Igreja Batista do Vale, se encantou com o trabalho missionário realizado pela AMES.

“O que mais me impactou foi a questão da miséria. A ficha logo cai do quanto nós temos e não damos valor. Nós vamos ao Sertão achando que iremos ajudar e ensinar, mas acabamos aprendendo e sendo ajudados. Eles nos recebem com muito amor e carinho”, conta Luana.

Durante a caravana, a missionária participou de algumas atividades, como visitas às casas, gincanas com as crianças, distribuição de doações e até do ministério de louvor nos cultos.

Alegria no Sertão

Quem também participou da Caravana Missionária foi Markson Maique de Alencar Silva, de 22 anos. Ele é membro da Igreja Assembleia de Deus Argola, em Vila Velha, e foi para a base missionária de América Dourada, na Bahia.

Foi a segunda vez que o missionário esteve no Sertão. “Foi muito impactante. Dessa vez, passei por uma região mais seca, onde os sertanejos têm mais dificuldade ao acesso à água. Mesmo com todas as dificuldades, eles nos recebiam com sorriso no rosto”, completa.

Ajuda ao Sertão

Mais do que o testemunho da salvação, as caravanas missionárias também levam ajuda em várias áreas aos sertanejos, como:

• Atendimento médico, dentário e psicológico

• Doação de cestas básicas

• Material de higiene pessoal

• Kit Escolar

• Brinquedo

• Roupas (Infantil e Adulto)

• Calçados (Infantil e Adulto)

• Fralda Geriátrica

Quem também foi ao Sertão

 

                                     

Separamos algumas fotos para você ver como foi a Caravana Missionária 2019. Confira!

Conheça a AMES!

Para saber mais sobre a importância do trabalho missionário, clique aqui! Conheça nossos projetos e saiba como ser um voluntário e nos ajudar a levar sorrisos para o Sertão. Contamos com você!

Crédito das imagens: Luana Adami Meneghel