junho 2020 - AMES

2

Igreja do Sertão Promove encontro de pastores em Lapão – BA

Na cidade de Lapão, pequena cidade situada na região da chapada da diamantina, interior da BA, com pouco mais de 27 mil habitantes e com renda per capta média de R$ 170, 00, está situada um dos maiores projetos evangelísticos e sociais da região.

  Estabelecida na cidade desde 2016, a Agência Missionária de Evangelização do Sertão (AMES) tem feito a diferença na vida social e espiritual da pequena comunidade.

   Através dos trabalhos realizados pelos missionários da AMES, dentro de um contexto de extrema pobreza, os frutos já podem ser contados.

   Com um templo de 406 m² e com todo aparato tecnológico necessário para o andamento dos cultos, semanalmente já se reúnem no local uma média de 180 pessoas, para ouvir e aprender mais sobre o evangelho de Jesus, chegando ao número de 220 pessoas reunidas em pequenos grupos.

– A fé tem feito com que pessoas antes sem esperança no amanhã, possam olhar novamente para o futuro com a esperança de que haverá dias melhores –

  As necessidades sociais da região também não foram esquecidas, com uma juventude capaz, mas na grande maioria sem oportunidades, a parceria com o Instituto Água Viva possibilitou que a AMES desenvolvesse projetos que geram empregos e renda na região.

Prefeito e vice-prefeito fazem homenagem:

Neste Sábado (12) se reuniram no templo da Igreja do Sertão no Lapão, 42 pastores de diversas denominações presentem em cidades e povoados locais, para discutir sobre a unidade da igreja em tempos difíceis. Além dos pastores, também estiveram presentes toda equipe de obreiros da AMES além de vereadores, prefeito e vice prefeito da cidade. 

   Quem esteve presente relatou ter vivido um momento ímpar de unidade com a prática de louvores, adoração e ministração da palavra de Deus.

    Na ocasião a AMES e o Instituto Água Viva foram homenageados pelo Prefeito da cidade que presenteou as entidades com uma placa de honra ao mérito.

Dia do Pastor Evangélico – Temos muito o que agradecer!

 

 Nacionalmente no segundo domingo do Mês de Junho comemora-se o dia nacional do pastor evangélico, a data foi instituída no ano de 2017 através do projeto de Lei n° 8126 apresentado pelo então Deputado Federal Jonathan de Jesus.

O dia que homenageia os ministros evangélicos, se tornou, no último ano, ainda mais substancial com o crescimento da comunidade evangélica no Brasil – Segundo o último senso realizado pelo IBGE, evangélicos já somam números superiores a 31% da população brasileira sendo ultrapassados somente pelo número de católicos declarados. Em 2010 evangélicos representavam apenas 22% da população brasileira – A AMES (Agência Missionaria de Evangelização do Sertão) tem muito o que agradecer e comemorar neste dia, presente em 3 estados brasileiros BA, PE e PI já soma 28 bases evangelísticas em comunidades sertanejas carentes e anteriormente sem presença evangélica.

 São muitos os desafios que precisam ser superados pelos pastores missionários da AMES, desde as longas distâncias, até a extrema pobreza que assola a região. O trabalho missionário é ainda mais difícil com uma população que vive abaixo da linha da pobreza e que, na grande maioria, nunca teve acesso à educação e a leitura.

Apesar das enormes dificuldades os números são animadores, desde o início do projeto evangelístico já foram contabilizados milhares de batismo, 33 igrejas construídas, mais de 11 mil pessoas que se reúnem mensalmente em cultos nas comunidades, histórias de milagres e de vidas transformadas.  O envio de pastores tem sido fundamental para o crescimento do evangelho na região do semiárido nordestino.

 

Amor à Missão

Após encerrar as atividades da empresa que possuía no RJ e estudando missões em em Vila Velha no Espirito Santo, conhecendo seu chamado evangelístico, o agora Pr Wellington Peraro da Fonseca, diz que levar a palavra de Jesus ao sertão brasileiro foi a resposta de Deus para as perguntas que ardiam no seu coração: “Para onde irei? E como farei?”.

Hoje como Pr. Missionário da AMES, em Acauã, no sertão do PI, ele afirma representar sua missão com o verso de 1 tessalonicenses 2:8 “Sentindo, assim, tanta afeição por vocês, decidimos dar-lhes não somente o evangelho de Deus, mas também a nossa própria vida, porque vocês se tornaram muito amado por nós” –

A visão pastoral da AMES desenvolvida no sertão também é diferenciada, os pastores estão presentes nas bases evangelísticas para pregar e também criar relacionamentos, desenvolver e dirigir projetos sociais que impactem espiritual e fisicamente toda a comunidade em que está inserido, gerando uma transformação integral da vida comunitária.