Fui ao Sertão: conheça a experiência de Adriana Bazon ao sertão

Adriana em uma das missões no sertão 0

Assim como o infinito amor do Pai, não existem limites quando o assunto é fazer o bem e levar a Palavra de Deus, seja onde for. Prova disso, é a experiência vivida por Adriana Bazon, 46 anos, que mora em Vila Velha (ES) e faz parte da Igreja Batista Graça e Paz. Acompanhada de outros membros da Caravana Missionária, ela visitou as comunidades rurais de Miguel Calmon, na Bahia. Confira neste post a experiência de avivamento.

A missão

Durante 7 dias, Adriana e outros missionários da igreja viveram de perto a realidade de pessoas que não têm tantas oportunidades e precisam de ajuda, seja material ou espiritual. No decorrer da missão, diversas ações em prol das comunidades foram feitas: cultos ao ar livre, flash mob de dança, apresentação de bailarinas, além de cursos, como o de crochê em malha.

“Tive uma experiência muito linda com o lava-pés, que foi o culto preparado para as mulheres, princesas da comunidade. Nosso desejo era levar alguns sapatos novos, mas nós não tínhamos esse recurso, e nós ganhamos esses sapatos, de um empresário do Sul do Estado e que não sabia do nosso propósito. Pudemos calçar os pés daquelas mulheres com sapatos novos e profetizar sobre elas um novo caminhar. Isso foi um marco na minha vida. Ser um instrumento e ver pessoas sendo curadas de dentro para fora na sua identidade, como filha amada”. conta Adriana.

Outra ação foi a entrega de duas salas para o ensino do Evangelho para 60 crianças, que anteriormente contavam apenas com um pequeno espaço.

Uma experiência de avivamento

Diversos jovens foram batizados em meio sertão

Diversos jovens foram batizados em meio sertão

Com grande emoção, Adriana tentou expressar em palavras a felicidade de ter participado pela segunda vez da experiência de ir ao sertão em missão pela igreja.

“Algumas coisas me marcaram bastante nessa caravana, como a conversão da minha filha de 8 anos, que entregou a vida para Jesus. Também os batismos que nós tivemos ali. Alguns jovens que estavam conosco, sentiram vontade de serem batizados no sertão. Tudo foi um privilégio, uma honra indescritível. É experimentar o avivamento, é ser renovado, é cumprir o ide, é levar esperança, é muito mais que doar mantimentos ou roupas. É realmente levar o amor de Deus em atitudes.” disse a missionária.

Conhecer pessoas, aprender com elas, viver a riqueza da simplicidade e ser instrumento, levando o amor para todas as partes, essa é a missão que nos orgulha em ser AMES.

Caravanas Missionárias: saiba como participar!

Você também pode fazer parte das Caravanas Missionárias. Junte-se ao grupo que leva esperança, amor e renovação às comunidades mais remotas no nordeste brasileiro. Tenha a oportunidade de participar de ações sociais e oferecer apoio àqueles que precisam.

Clique aqui e saiba como levar esperança aos necessitam!