Caravanas missionárias: veja como foi! - AMES

2

O mês de Julho foi marcado por muitas bençãos no Sertão: ao todo, 9 Caravanas Missionárias desembarcaram em diferentes localidades do semiárido nordestino. Foram dezenas de participantes que nos ajudaram a levar o amor e a Palavra de Deus para o povo sertanejo. No post de hoje, a AMES separou o depoimento de alguns deles. Confira como foi!

Sonho realizado

“Foi a minha primeira ida ao Sertão. Fui até a localidade de Brotas de Macaúbas, na Bahia, e de lá visitamos as bases de Alvorada, Cocal e Baraúnas, que ficam próximas. Foram 5 dias incríveis, pois eu sempre quis fazer missão, era o meu sonho. A realidade do Sertão é bem diferente, e nos faz ser mais grato pelo o que nós temos”.

Kamilla Mathielo – 22 anos – Igreja Presbiteriana de Laranjeiras – Serra (ES)

Experiência inesquecível

“Saí em êxtase com tudo o que presenciei e vivi. Foram três dias em Caturama, na Bahia, onde participamos de cultos, visitas nas residências e até do primeiro batismo da região. Foi incrível participar dessas experiências e poder contribuir para espalhar o amor de Deus no Sertão”.

Redney Borba Moreira, 38 anos – Primeira Igreja Batista da Serra (ES)

De volta ao Sertão

“Foi a minha segunda experiência de missão no Sertão. Já tinha ido a Casa Nova, na Bahia, há um ano. Agora, voltei para participar da caravana missionária em Caturama. É sempre uma experiência única, onde podemos conhecer um pouco mais sobre a vida do povo sertanejo e ainda levar a Palavra de Deus para aqueles que ainda não conhecem. É uma experiência de amor ao próximo”.

Mycheli Felberk Cardoso – 37 anos – PIB de Laranjeiras – Serra (ES)

Caravanas Missionárias: saiba como participar!

As Caravanas Missionárias têm o objetivo de levar o amor e a Palavra de Cristo para o Sertão, além de ações sociais, como atividades com as crianças e jovens e doação de cestas básicas, material de higiene pessoal, kit escolar, brinquedos, fraldas geriátricas e roupas e sapatos infantis e adultos. Se você quer fazer parte desta experiência, clique aqui e saiba como ir ao Sertão!