Escola de Missões: saiba mais sobre o aprendizado dos alunos

0

A primeira turma da Escola de Missões está pronta para disseminar a Palavra de Deus nas comunidades rurais do Nordeste ao final de julho. Depois de três meses de treinamento, os novos missionários estão planejando os próximos passos para obedecer ao Ide e colocar em prática os ensinamentos recebidos dos professores. Saiba mais sobre como foi a jornada de transformação dos alunos na Escolas de Missões!

Missionários em contato direto com os sertanejos

Desde o início da Escola de Missões, os alunos realizam visitas nas comunidades rurais do sertão. A experiência é muito marcante, sendo extremamente significativa na entrega à missão evangelizadora por parte dos novos missionários. É o que aconteceu com Suliana Ferreira, para ela um dos momentos mais tocantes foi no povoado de Ninho do Pato, quando conheceu uma figura que passou a inspirá-la em sua jornada.

“Esse homem anda alguns quilômetros com a família para chegar no culto e orar. Ele disse “Jesus, meu amigo. Meu herói” com tanta propriedade e intimidade que parecia que realmente Jesus estava face a face com ele.  Meu coração tremeu e o tomei como inspiração na minha caminhada”, relata.

Vida após Escola de Missões

Para os alunos envolvidos no projeto, participar da Escola de Missões é o primeiro passo para obedecer ao Ide e fazer novos discípulos no sertão nordestino. A aluna Sara Barbosa e seu marido já definiram os planos para quando se formarem. “A gente pretende voltar para a base na qual já estamos atuando em São Felix do Coribe, na Bahia. Estamos saindo com muitos aprendizados e esperamos conseguir colocar em prática aquilo que aprendemos na teoria”, comenta.

Aprendizados da missão

Ao final de três meses na Escola de Missões, os alunos saem com aprendizados que levarão para o resto da vida. Para Penha Breda, ter convicção do chamado é uma das lições mais importantes que teve durante o período em Acauã. “Preciso ter convicção do meu chamado e formar líderes para que não pare em mim, mas que o trabalho continue, mesmo eu não estando presente”, afirma.

A Escola de Missões é uma experiência transformadora para os alunos. Para que ela continue forte na missão, nós contamos com sua oração e doação!