Blog

1

Oficinas para mulheres: talento multiplicado no Sertão

Dons são presentes que recebemos de Deus. Você sabia que nós podemos – e devemos – compartilhar esses talentos com os nossos irmãos? Nesse caso, a matemática é diferente: tudo que é dividido, é multiplicado! Prova disso é a história de Kátia Barbosa Ribeiro, uma missionária que já foi ao Sertão quatro vezes, por meio de caravanas, para propagar o amor de Jesus.

Ex-artesã, Kátia aproveitou a obra missionária para dividir seus conhecimentos com as mulheres sertanejas. Ela conta que foi ao Sertão pela primeira vez há seis anos e, desde então, já ministrou cursos de moldes vazados, laços e flores de EVA. “É uma forma de repartir o que eu sei fazer. É muito gratificante ver a dedicação dessas mulheres em aprender algo novo”, explica Kátia.

Retorno positivo

Em um dos cursos, ministrados durante uma missão em Afrânio, em Pernambuco, Kátia conheceu a sertaneja Rejane Lucas da Silva. Dias depois de voltar para sua cidade natal, a missionária recebeu uma mensagem da aluna contando que havia decorado a festa de 15 anos de sua filha com as flores de EVA.

“Vi a dedicação dela no curso, a presenteei com um kit de peças para fazer pétalas de flores de EVA e ensinei a fazer buscas na Internet para aprender a fazer novos materiais. Quando voltei para o Espírito Santo, ela me enviou várias fotos do aniversário da filha dela”, completa.

             

Aniversário e até fonte de renda

Após comemorar o aniversário da filha Joyce, Rejane continuou se dedicando ao artesanato. “Costumo dizer que me descobri como artesã. A Kátia me ensinou e ajudou muito, sempre com muito carinho. Agora, o meu desejo é ir além. Quero abrir o meu próprio negócio e viver do artesanato aqui no Sertão”, completa Rejane.

Conheça a AMES!

Assim como a Kátia, muitos missionários dedicam seu tempo para levar o amor de Deus ao Sertão! Você também pode nos ajudar com orações, sendo um missionário ou com doações para que a AMES continue com a obra missionária. Abrace essa causa!

0

Missões: por que contribuir?

“E disse-lhes: Ide por todo o mundo, pregai o evangelho a toda criatura”. Esse versículo da Bíblia, encontrado em Marcos 16:15, explica a motivação da Agência Missionária do Sertão (Ames): levar a palavra de Deus e transformar a vida de milhares de sertanejos que vivem no Sertão nordestino.

Contamos com auxílio de vários missionários, pastores e voluntários. E, para continuar com este trabalho, também precisamos de você. Continue lendo, saiba por que contribuir e como ajudar a AMES a mudar vidas por meio do amor de Deus!

Trabalho missionário

Escolhemos impactar, transformar vidas e participar do avivamento por meio do Evangelho no Sertão nordestino. Diariamente, nossos missionários, pastores e missionários realizam cultos e visitas a casas nos povoados do interior da Bahia, Piauí e Pernambuco. Só no último ano, mais de 900 pessoas participaram de caravanas missionárias e espalharam o amor de Deus para os sertanejos. Também construímos mais seis igrejas nos povoados de Umburanas, Caturama, Ourolândia e Mirangaba.

Importância da doação

Em 2019, a AMES quer continuar gerando oportunidades para que os sertanejos tenham a oportunidade de conhecer as boas novas de Jesus. Para continuar com este trabalho, precisamos de sua ajuda: as doações são recursos importantes para termos a estrutura necessária e colocarmos em prática nossos planos visando obedecer ao Ide no Sertão.

Faça parte destas conquistas e ajude a mudar a vida de milhares de sertanejos por meio da Palavra de Deus! Você pode nos ajudar com orações, sendo um voluntário ou contribuindo para que a AMES continue com a obra missionária nas comunidades rurais do Sertão brasileiro. Clique aqui e faça a sua doação!

2

Cuidado missionário: amor a Deus e ao próximo

Cuidar daqueles que cuidam: esse é o trabalho de Levi Custódio Liberato e Suely Regina Frata Liberato no Sertão. O casal de pastores, que atua há dois anos no Cuidado Missionário da AMES, circula pelos povoados dando apoio a pastores e obreiros que atuam no campo de missões. Saiba melhor como funciona esse lindo trabalho!

O cuidado missionário é essencial para dar apoio aos pastores e obreiros que levam a Palavra de Deus pelo Sertão e identificar as necessidades de cada um. Ele acontece por meio de visitas às igrejas, visitas individuais e reuniões em grupo com os missionários.

“Nós ouvimos as necessidade e atuamos com orientações, aconselhamentos e assistência aos pastores e obreiros. É uma forma de supervisionar o trabalho missionário, verificar se ele está gerando bons frutos e solucionar possíveis problemas. Além desse apoio individual, também percebemos o que pode ser melhorado de uma forma geral no trabalho em cada povoado”, explica Levi.

Apoio e supervisão

Essas palavras definem o trabalho de Levi e Suely pelo Sertão. Aqueles que já passaram pelo Cuidado Missionário com o casal são gratos pelos ensinamentos. “Esse trabalho nos ajuda a passar pelas dificuldades e obstáculos, e seguir em frente. O aconselhamento é muito importante para fortalecer o nosso trabalho missionário, e também a nossa vida pessoal”, ressalta o missionário Lucas Bispo.

Conheça a AMES

O objetivo da AMES é continuar levando a palavra e o amor de Deus para esse povo tão carente. Clique aqui para conhecer mais sobre os nossos projetos. Seja voluntário e nos ajude a levar sorrisos para o Sertão!

1

Empenho e dedicação: o que é ser um missionário?

Transformar a vida do povo sertanejo por meio da palavra e do amor de Deus é uma das nossas principais missões. Para isso, contamos com uma importante ajuda de missionários de vários lugares do país. Mas você sabe o que significa ser um missionário? A AMES explica!

Muito mais do que evangelizar

Missionário não é só aquele que anuncia o Evangelho, mas também é aquele que vive cada um dos ensinamentos de Jesus e os transformam em atitudes de solidariedade. As palavras de um missionário devem ter o poder de reunir e entusiasmar desde uma única pessoa até uma multidão.

Missão no Sertão

Visitar comunidades rurais, organizar e realizar cultos em locais abertos são algumas das funções de um missionário no Sertão. Por lá, eles evangelizam e ajudam na construção de igrejas nas comunidades visitadas. Hoje, AMES conta com missionários em 26 municípios de três estados brasileiros: Bahia, Pernambuco e Piauí.

Quem pode ser um missionário?

“E disse-lhes: Ide por todo o mundo, pregai o evangelho a toda criatura”. Como diz o versículo de Marcos 16:15, a missão é para aqueles que querem levar a palavra de Deus para outras pessoas.

Se você tem o desejo de ser um missionário, peça para a sua liderança pastoral entrar em contato com a nossa equipe: a AMES conta com um processo para que tenhamos colaboradores de nossa confiança atuando ao lado dos sertanejos.

Clique aqui e conheça mais sobre os nossos projetos!

2

Perfil Missionário: Bernardino e a obra de Deus em família

Transformar vidas por meio do amor de Deus: essa tarefa tem sido executada com muita dedicação por Bernardino Firmino da Silva, de 46 anos. O missionário atua na base de São Gabriel, na Bahia, ao lado da família: a esposa Maria da Paixão Silva e os filhos Lucas (clique aqui para ver o Perfil Missionário dele), de 26 anos; Miqueias, 25; Keyla, 21; e Micael, 19. Todos os filhos, segundo Bernardino, cresceram ouvindo a Palavra de Deus e, hoje, também levam o amor de Cristo pelo Sertão.

Natural de Lapão, também na Bahia, Bernardino faz trabalhos missionários há 15 anos. Em 2014, quando conheceu a AMES, passou a evangelizar nos povoados do interior da Bahia. “Foi automático, pois o trabalho missionário é um chamado de Deus. No começo, logo quando você entende o chamado, é um pouco difícil. Mas Ele vai nos ajudando e dando força para continuar esse trabalho lindo”, conta Bernardino.

Transformação do Sertão

O trabalho missionário no Sertão é cercado por algumas dificuldades, como o alcoolismo e o histórico de violência de alguns povoados. No entanto, com o trabalho de Evangelização, muitas cidades já apresentam melhorias. “Isso é o que nos move. Ver pessoas e povoados serem transformados por meio da palavra de Deus. É muito gratificante”, completa o missionário.

Entre as atividades desempenhadas por Bernadino no Sertão estão visitas de casa em casa nos povoados do interior de São Gabriel (BA), reuniões e cultos, aconselhamentos e formação de lideranças. Uma benção!

Conheça a AMES!

Nos ajude a continuar a levar o amor de Deus para o Sertão brasileiro. Conheça nossos projetos e seja voluntário! Além de Bernadino e seu filho Lucas Bispo, você pode saber mais sobre a trajetória de outros missionários aqui no blog da AMES: conheça as histórias de Pastor Carmelino, Filipe Chagas, Manoel Brás e Ediran Medeiros, que espalham o amor de Deus pelo Sertão.

1

Retrospectiva AMES 2018: ano de bençãos e vitórias!

O ano de 2018 foi de muitas vitórias e bençãos no Sertão! Recebemos missionários de todo o país, continuamos levando a palavra de Deus para milhares de sertanejos e ainda atuamos na construção de igrejas e novas bases missionárias. A Agência Missionária para Evangelização do Sertão se orgulha de tantos feitos neste ano, por isso, separamos algumas vitórias que tivemos em 2018. Confira!

Evangelização no Sertão

Em 2018, a AMES continuou espalhando a Palavra de Deus pelo Sertão. Recebemos muitos missionários de diversas partes do Brasil: ao todo, 922 pessoas participaram de caravanas missionárias e espalharam o amor de Deus para os sertanejos. Foram quase três mil conversões durante as caravanas, além de mais de 48 toneladas de alimentos distribuídos em comunidades carentes do Sertão.

  

Construção de Igrejas e Novas Bases

Para continuar levando o amor de Deus para o povo sertanejo, a AMES construiu seis novas igrejas em 2018. A construção dos templos ocorre quando a comunidade rural ultrapassa 40 crentes. As obras são realizadas por meio de parcerias, com a Missão Pioneira e a Primeira Igreja Batista de Macaé/RJ. Ao todo, mais de 25 igrejas já foram construídas no semiárido nordestino.

Para fechar o ano dando mais suporte aos sertanejos, também construímos seis novas bases nos povoados de Umburanas, Caturama, Ourolândia e Mirangaba. Uma benção!

O ano foi de muitas vitórias para a AMES e, principalmente, para o povo do Sertão! Continue nos ajudando a levar o amor de Deus para esse povo carente em 2019. Clique aqui, saiba como ajudar e faça parte dessa transformação você também. A AMES deseja a todos um fim de ano de muita paz e amor ao próximo!

1

O verdadeiro sentido do Natal: solidariedade e amor ao próximo

Com a chegada do mês de dezembro, muitas pessoas já começam a se preparar para o Natal: árvore montada, decoração com muitas luzes, presentes, ceia e família reunida… Mas, você sabe qual é o verdadeiro sentido do Natal? Muito mais do que reunir a família e trocar presentes, o Natal é o momento de celebrar o nascimento de Jesus Cristo. A AMES separou algumas lições e ensinamentos que Ele nos deixou.

Tempo de renovação

Mas o anjo lhes disse: Não tenham medo. Estou trazendo boas-novas de grande alegria para vocês, que são para todo o povo: Hoje, na cidade de Davi, nasceu o Salvador, que é Cristo, o Senhor”. (Lucas 2:10-11)

A palavra “Natal” significa “nascimento”. Para nós, cristãos, o dia 25 de dezembro foi o escolhido para celebrar o nascimento de Jesus, embora não haja um consenso sobre a real data. Não há problema em reunir a família, trocar presentes e fazer uma bela ceia. No entanto, é importante aproveitar a data para se aproximar dos ensinamentos de Deus e refletir sobre valores como empatia e amor ao próximo.

Nessa época do ano, conceitos como paz, justiça e igualdade são destacados a partir da figura de Jesus que nasceu e viveu como um ser humano, demonstrando a possibilidade de uma vida de paz e justiça para todos.

Solidariedade

O Natal também é a época de lembrar de mais um ensinamento de Jesus Cristo: a solidariedade. Ele dedicou sua vida para ajudar o próximo, assim como os missionários da AMES que se espelham em Jesus e dedicam as suas vidas para levar o amor de Deus ao povo sertanejo.

Atualmente, são mais de 150 missionários em cerca de 400 comunidades no semiárido nordestino. Além de evangelização, ainda há projetos como construção de igrejas, expedições ao Sertão e treinamentos missionários.

Entre no clima natalino e nos ajude com orações, doações ou sendo voluntário. A AMES deseja um Natal com muitas bençãos para todos!

2

Perfil Missionário: conheça a história de Lucas Bispo

Há cinco anos a vida de Lucas Bispo da Silva se transformou: ele decidiu abrir mão de uma juventude comum para se dedicar a obras missionárias. Atualmente, o missionário, de 26 anos, é líder da base de Paratinga, no oeste da Bahia. Ao lado da esposa Fabiana da Silva e do filho David, de 2 anos, ele se dedica a transformação do Sertão por meio da Palavra de Deus.

Nascido em Irecê, na Bahia, Lucas iniciou a vida missionária na construção da base de Lapão. “Eu nasci no Sertão, sou sertanejo com muito orgulho. Comecei a fazer missões com o meu pai e, há cinco anos, conheci a AMES. Hoje, levo a palavra do Senhor para o povo sertanejo ao lado da minha esposa e do meu filho”, explica o missionário.

Depois de passar pelas bases do Lapão e João Dourado, ambos na Bahia, Lucas decidiu embarcar para um novo desafio: liderar e coordenar a base missionária de Paratinga.

“Participei do projeto Escola de Missões e entendi que essa é realmente a minha vocação. Aceitei o desafio de vir para Paratinga e trabalhar na consolidação e restauração do trabalho missionário nos povoados da nossa região”, completa Lucas.

Amor ao próximo

O dia a dia de Lucas Bispo é voltado para a evangelização dos sertanejos com cultos e implantação de células. O objetivo, segundo ele, é aproximar o povo do Sertão da palavra de Deus. Em um dos projetos, chamado Casa de Paz, eles visitam a casa dos sertanejos.

“Levamos o amor de Cristo para o povo do Sertão, inclusive para as pessoas que são de outras religiões. Eles abrem a casa para o projeto Casa de Paz e nos recebem com muito carinho. É um projeto lindo que vem nos gerando bons frutos”, explica.

Missão AMES

O ide é um chamado para todos, mesmo que o seu campo missionário seja sua casa, trabalho ou escola. Você pode nos ajudar a levar a Palavra de Deus para as comunidades no Sertão. Clique aqui e saiba como ajudar.

Conheça também as histórias dos missionários Pastor Carmelino, Filipe, Manoel e Ediran, que espalham o amor de Deus pelo Sertão.

1

A missão nos chama, o amor nos move

Mudar a vida de milhares de sertanejos por meio da palavra de Deus é um dos principais objetivos da Agência Missionária para Evangelização no Sertão! Para isso, contamos com apoio de pastores, missionários e voluntários, que entendem o propósito e o chamado por missões. Conheça alguns dos nossos projetos e se encante pelo trabalho da AMES!

Construção de Igrejas:

Evangelizar no Sertão é a meta da AMES. Por isso, temos construídos diversas igrejas por meio de parcerias como da Missão Pioneira e da PIB de Macaé/RJ. Ao todo, já construímos 25 igrejas no semiárido nordestino. O planejamento da construção dos templos acontece quando a comunidade rural ultrapassa 40 crentes.

Escola de Missões e Treinamento Missionário:

Com objetivo de formar e capacitar novos missionários, a AMES realizou três edições da Escola de Missões. Além de padronizar o trabalho e adaptar o “novo missionário” à realidade do Sertão, o projeto conta com aulas teóricas sobre assuntos teológicos e missiológicos, e práticas em apoio ao trabalho missionário em desenvolvimento e na utilização de projetos sociais como meio de evangelização.

Outro projeto realizado é o Encontro Missionário, onde os missionários participantes se concentram em momentos de fé e de estudo da Palavra de Deus, por meio de palestras e oficinas.

Conexão Sertão:

Focado em impactar o dia a dia dos sertanejos, o projeto Conexão Sertão é realizado por igrejas – apoiadas pela AMES – que vão até as bases evangelizar e levar ações sociais, como fornecimento de cestas básicas, kits de material escolar e até serviços de saúde.

As Caravanas do Conexão Sertão têm suas datas definidas a partir do planejamento entre a igreja interessada e a AMES.

Acesse o nosso site e conheça mais sobre os projetos da AMES! Seja voluntário e nos ajude a levar sorrisos para o Sertão!

3

Kelly e Alberto Macedo: evangelização e amor ao próximo

Amar a Deus acima de todas as coisas e amar o próximo como a si mesmo. Esses foram os mandamentos que levaram Kelly e Alberto Macedo a fazer missões pelo Sertão. O casal foi ao semiárido nordestino pela primeira vez em 2017 e, depois disso, já voltou quatro vezes com a missão de falar do amor de Deus aos sertanejos.

A missionária Kelly conta que conheceu a Agência Missionária para Evangelização do Sertão (Ames) por meio da igreja que eles frequentam no Espírito Santo, a Comunidade Batista Cristã, de Santa Mônica, em Vila Velha. O casal se apaixonou pelo projeto e logo decidiu fazer a primeira missão no Sertão. A primeira parada foi a base de Miguel Calmon, na Bahia. Depois, já passaram por várias outras localidades como Mirangaba, Angico, Barra e Várzea Comprida, a maioria delas sem energia e água potável.

“O que nos move é a paixão por Jesus. É poder falar do amor de Deus e viver um pouco do que Jesus e os discípulos viveram. A evangelização no Sertão é muito forte. Lá, aprendemos a não murmurar e não reclamar da vida. Vimos tantas pessoas com dificuldades e limitações sociais, mas com uma alegria muito grande. É uma experiência incrível”, explicou Kelly.

Evangelização por meio da música

Durante as passagens pelo Sertão, Kelly e Alberto participaram de diversas missões e ações sociais. De manhã, eles passavam de casa em casa fazendo evangelizações. Durante a tarde, era hora de fazer atividades com as crianças e distribuir arrecadações – roupas, comidas e produtos de higiene – para as famílias. Quando a noite chegava, os voluntários se reuniam com os sertanejos nas praças ou centros comunitários e falavam do amor de Deus por meio da música.

“Todas as noites preparávamos uma programação especial para o povo do Sertão. As músicas são escolhidas de acordo com cada região e depois terminamos com a palavra de Deus. É um momento muito especial e gratificante. Eles sempre vêm com o coração aberto e com muita fé”, completou Kelly.

A missionária ainda contou que eles já estão ansiosos para a próxima ida ao Sertão, que deve acontecer em Janeiro de 2019. Conheça mais sobre a AMES e saiba como você pode ajudar a mudar a realidade do povo sertanejo!