A mulher sertaneja merece homenagens - AMES

1

Por: Matheus Barbosa Ramos

Estatísticas mostram números alarmantes referentes a todo tipo de violência contra a mulher: física, psicológica, moral, sexual, cárcere privado, ofensa verbal, homicídio, etc. Nesse contexto está a mulher sertaneja, muitas vezes sem rumo e sem beira, carregando um sofrimento que se confunde com uma sede, não de água, mas de alívio.

Também nesse contexto está a Igreja de Cristo, cumprindo o seu papel, levando à mulher sertaneja a Água da Vida. Foi o que aconteceu em povoados como Barriguda do Aníbal, Ourolândia, Malhadinha e Caturama, na Bahia, onde as mulheres foram homenageadas.

De uma forma simples e dinâmica, elas foram acolhidas com palavras de otimismo, lembranças e palestras. Nessas oportunidades, foi apresentado à mulher sertaneja, Jesus Cristo, o único capaz de oferecer um futuro seguro, independentemente de qualquer passado.

É a Igreja de Cristo Jesus levando esperança à mulher sertaneja!

As moradoras da pequena cidade de Ouricuri-PE ganharam chocolate. De casa em casa, nossos missionários levavam carinho às mulheres.

Em Ourolândia, nossos missionários realizaram um chá só para elas!

Em Caturama, um chá da tarde recebeu 40 mulheres. Tivemos palestras sobre o valor da Mulher segundo a bíblia.

Em Junco, comunidade rural de Casa Nova, um culto especial homenageou as mulheres!